Lençol personalizado com desenho da criança

Você é aquele tipo de mãe ou pai que guarda todos os desenhos do seu filho e costuma emoldurar os mais legais? Já falamos sobre isso neste post aqui, em que mostrei algumas ideias fofas para expor as obras de arte das crianças de diferentes formas.

Recentemente conheci mais uma opção muito legal para transformar os traços coloridos do filho (sobrinho, afilhado, neto…) em item de decoração – exclusivo, claro. O ateliê Maria Algodão, que faz jogos de cama lindos, tem entre as opções lençol personalizado com o desenho da criança. Basta mandar a obra digitalizada em boa qualidade e ela será estampada na fronha. Ah, ainda dá para escolher a cor da dobra do lençol para combinar melhor com o desenho: vermelho, verde, azul, laranja ou pink. Seu pequeno artista vai adorar a experiência de dormir em sua própria obra.

O jogo completo com 3 peças em 100% algodão custa R$ 178 e vem com lençol de baixo com elástico (medidas: 0,90 m x 1,90 m x 0,30 m), lençol de cima branco com vira colorida (1,60 m x 2,50 m) e fronha personalizada (50 cm x 70 cm).

 

lençol personalizado_Maria Algodão

Lençol personalizado: o desenho da criança vira item de decoração exclusivo no ateliê Maria Algodão

 

Livros para mães – mas não sobre maternidade

Depois de dois longos meses, acabei de ler o livro que ganhei de aniversário, “Homens Sem Mulheres” de Haruki Murakami, um dos meus autores preferidos. A primeira obra de contos do escritor japonês publicada no Brasil é ótima, e a demora se deu por falta de tempo e cansaço.

Percebi que desde que eu virei mãe, mantenho duas pilhas de livros: uma dos que começo a ler e paro na metade e outra com as obras que consigo seguir até o fim. Todos da segunda pilha têm algo em comum: são coletâneas de contos ou crônicas.

Já ouvi queixas de outras mães com filhos pequenos de que também não conseguem manter a mesma rotina de leitura desde o parto. Cheguei à conclusão de que esse tipo de obra, em que uma história começa e termina num capítulo, é perfeito para para quem o constante cansaço não permite muito tempo de dedicação e concentração. Tem coisa mais chata e que desperdiça tempo do que abrir o livro depois de uns dias esquecido, não se lembrar em que parte parou e reler algumas páginas para conseguir retomar o enredo?

Essas são as minhas dicas de livros para mães e pais cansados e que o foco não é maternidade.

“HOMENS SEM MULHERES”  Em cada capítulo, Haruki Murakami conta a história de um homem que perdeu a mulher após um relacionamento conturbado. Apesar de aparecerem em primeiro plano, são as mulheres as verdadeiras protagonistas desses encontros e desencontros marcados por muitas referências à música, à obra “Mil e Uma Noites” e a um dos contos de Hemingway, que dá título ao livro.

Homens Sem Mulheres_Pequenas Escolhas

 

“O ESCOLHIDO FOI VOCÊ” – Gosto do olhar de voyeur que o livro proporciona ao adentrar em casas e histórias alheias. Miranda July percorreu diversas regiões de Los Angeles e entrevistou pessoas comuns com perguntas como “Qual é a sua lembrança mais antiga? e “Como você passa o seu tempo?”. Os entrevistados foram escolhidos porque a autora ficou curiosa em saber mais sobre os anunciantes de um jornalzinho que vendiam seus objetos pessoais, como girinos, Ursinhos Carinhosos e uma jaqueta de couro. Um desses personagens revela que passava por cirurgias de mudança de sexo.

O Escolhido foi Você_Pequenas Escolhas

 

“TRINTA E OITO E MEIO” – Já era fã da coluna da atriz e apresentadora Maria Ribeiro na revista “TPM” e me interessei imediatamente pelo título do livro porque estava estava prestes a completar 38 anos. (Aliás, esse foi o presente para algumas amigas que estavam na mesma idade. Espero que tenham gostado!) O livro é um compilado de crônicas, reflexões e desabafos de Maria sobre a passagem do tempo e sua jornada e que tem ilustrações de Rita Wainer, de quem também admiro o trabalho.

Trinta e oito e meio_Pequenas Escolhas

“TUDO TEM UMA PRIMEIRA VEZ” – A jornalista Mariana Kalil foi minha editora numa revista de celebridades. Sempre admirei a leveza e o bom humor de seus textos. Nesta sua terceira obra, ela conta algumas situações em que viveu o papel de estreante. Algumas até trágicas, mas transformadas em diversão nas páginas de  “Tudo Tem Uma Primeira Vez”, como quando vomitou num jantar de gala em que a princesa Diana estava diante de seu nariz.

Mariana levou ao livro impresso o mesmo tom que escreve em seu blog. Em um post antigo, ela relata como saiu descalça de uma entrevista após ser chantageada por uma atriz. A história ficou famosa nos bastidores da imprensa de celebridade.

 

Tudo Tem Uma Primeira Vez

 

“COMO SER UMA PARISIENSE EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO” – Já falei sobre esse livro num outro post (aqui). Admiro a maneira honesta e cheia de personalidade que as francesas encaram a vida; elas se colocam em primeiro lugar mesmo após a maternidade, não abrem mão da carreira e nem de seus próprios prazeres. Além disso, a obra escrita a oito mãos é uma boa inspiração do estilo minimalista e cool das parisienses.

Como Ser uma Parisiense em Qualquer Lugar do Mundo_Pequenas Escolhas

 

 

Rodrigo Faro conta qual é a diversão entre pai e filhas: “Evito videogame”

Rodrigo Faro não fica parado quando está na companhia de suas três meninas – Clara, 10 anos, Maria, 7, e Helena, 3.

O apresentador contou com exclusividade ao Pequenas Escolhas qual é a diversão entre pai e filhas em seu tempo livre. Ele falou ao site durante o bazar da grife Tyrol em benefício do GRAACC realizado nesse domingo (22) e que teve como madrinha sua mulher, a repórter Vera Viel.

Faro disse que a turma gosta de brincar ao ar livre e vale tudo: pega-pega, vôlei, esquibunda e até escorregar numa lona com sabão. Videogame costuma ficar de fora das brincadeiras, mesmo quando está chovendo.

Assista!

Vera Viel e Faro com as filhas Clara, Maria e Helena

Vera Viel e Faro com as filhas Clara, Maria e Helena no bazar beneficente da Tyrol (Foto @amotyrol)

 Clique da família no Instagram de Rodrigo Faro

Clique da família no Instagram de Rodrigo Faro

Hotel para criança perto de São Paulo: Bourbon Atibaia

Gramado do resort Bourbon Atibaia

Eu e meu marido somos o tipo de viajante que costuma escolher hotéis e pousadas pequenos e charmosos e ir atrás de dicas pouco óbvias do destino de férias. Quem acompanha o Pequenas Escolhas já percebeu isso na nossa road trip pela Califórnia, nas férias em praia (aqui) e (aqui) e no tour pela Inglaterra.

Definitivamente não fazemos parte do público que opta resorts. Recentemente, no entanto, tivemos dois dias de folga durante a semana com as crianças (6 anos e 1 ano) e a ideia era não perder muito tempo na estrada e ir para um hotel que tivesse piscina climatizada para aproveitar o sol do outono.

Decidimos pelo Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort, que fica a uma hora da cidade de São Paulo. Foi uma ótima escolha. Além de todas as mordomias de um hotel cinco estrelas muito bem conservado e com uma equipe bastante solícita, destaco as atrações voltadas para as crianças:

3 piscinas climatizadas ao ar livre e uma coberta: imprescindível para férias com a garotada.

Um das 3 piscinas externas e climatizadas do Bourbon Atibaia

Uma das 3 piscinas externas e climatizadas do Bourbon Atibaia (divulgação)

Equipe de recreação na medida: cuida das crianças a partir de 4 anos até às 22h30 e se encarregam, se os pais quiserem, das trocas de roupa antes e depois da piscina e das refeições. Já para os adultos, percebi que são aquele tipo de recreador que te convida a participar das atividades, mas não insiste, sabe? Não fica no seu pé para que faça determinada aula.

– Uma linda horta com pomar faz parte das brincadeiras.

Horta e pomar do Bourbon Atibaia

(divulgação)

– Choveu ou esfriou? Há uma ótima estrutura interna para a diversão, incluindo uma sala dedicada aos bebês.

A Turma da Mônica é parceira do resort e todas as atividades infantis são associadas aos personagens dos quadrinhos. Aos finais de semana e feriados, a Mônica e seus amigos costumam dar pinta por lá.

Copinha do bebê: um paraíso para os pais! O local funciona 24 horas, é limpo, bem equipado e fornece frutas, vários tipos de leite, biscoitos, cereais e iogurte. As papinhas feitas pela cozinha do hotel são pagas à parte.

Copinha do bebê do Bourbon Atibaia

Copinha do bebê (divulgação)

Como fomos durante a semana, não vimos a Mônica. Mas a piscina foi exclusiva para nós. Uma troca justa, não?

Hotel Bourbon_Pequenas Escolhas_1

Grávida do 5º filho, mulher de Jamie Oliver revela seus segredos de mãe

Jools e Jamie Oliver com os filhos

Jools e Jamie Oliver com os filhos

À espera do quinto filho, a ex-modelo e estilista Jools Oliver, mais conhecida por aqui como a mulher do chef celebridade Jamie Oliver, contou à edição inglesa da revista “Vogue” um pouco sobre a rotina de sua grande família. Comida saudável, claro, faz parte do dia a dia dos Oliver e refrigerante é item proibido. Ela ainda entrega o programa preferido da turma: caminhar ao ar livre.

Mãe das meninas Poppy Honey Rosie (14 anos), Daisy Boo Pamela (13), Petal Blossom Rainbow (7) e do garoto Buddy Bear Maurice, 5, Jools  já disse em outra ocasião que não gosta de ouvir comentários sobre a escolha dos nomes das crianças que foram registradas como mel, pétala, arco-íris e amigo urso. E claro que a chegada de mais um bebê atiça a curiosidade sobre qual nome ele irá receber.

Jools Oliver também é responsável pela coleção infantil Little Bird da marca Mothercare, que vem crescendo a cada estação. Veja o que a estilista contou na entrevista à revista”:

O QUE NÃO PODE FALTAR NA COZINHA

“Acabei de perguntar para minhas filhas mais velhas e as duas disseram ‘brócolis’, o que me fez rir. Nós sempre temos uma abundância de frutas e legumes na geladeira, especialmente brócolis que é o vegetal preferido dos meus pequenos no momento.”

PARA ESCAPAR DA ROTINA

“Quando as crianças estão no meu pé ou entediadas, eu sempre as levo ao parque. Moramos em frente a um lindo parque em Londres, então sempre levamos patinetes ou bicicletas. Eles ficam felizes de andar para o playground ou subir e descer os morros com bicicleta. Sou defensora do ar puro e sempre levo as crianças para caminhar, não importa como está o tempo. É também uma chance para os menores gastarem energia e eu conversar com minhas meninas mais velhas.”

ALIMENTOS PROIBIDOS

“Acho que tudo é questão de equilíbrio. Refrigerante, nem pensar, especialmente para os menores. Não há nada melhor do que água para matar a sede. Também evito dar doces com ingredientes químicos, mas claro que eles comem algumas besteiras, assim como eu fazia quando era pequena.”

ARMA SECRETA

“Ar livre. Como uma família, não há nada melhor do que uma caminhada ou simplesmente sair de casa. Quando todo mundo está mal-humorado e as mais velhas estão grudadas na internet, não importa se está chovendo ou sol, nós calçamos as nossas galochas e andamos pelos campos perto de casa ou brincamos no parque.”

 

Jools Oliver posa com peças de sua coleção Little Bird para a loja Mothercare

Jools Oliver posa com peças de sua coleção Little Bird para a loja Mothercare

TEMPO PARA MIM

“Simplesmente amo pedicure. É uma hora só para você mesma onde pode ler revista ou um livro e se desligar completamente. Se isso não acontece, amo passear pelas lojas com um café na mão e me sentir livre para pensar sem interrupções, os prazeres simples!”

EM FORMA

“Eu realmente gosto de me exercitar e sou grande fã do Barry’s Boot Camp (treinamento que conquistou vários famosos nos Estados Unidos e no Reino Unido). Amo o lado social de ir treinar com amigas e deixar isso mais divertido. Dá muita satisfação quando a aula acaba e você está transpirando, você sente que realmente teve algum benefício. Exercício é a chave para sentir-se ótima e espantar o horrível cansaço de mãe!”

Jools Oliver grávida do quinto filho

Em evento recente ao lado de Jamie Oliver, Jools exibiu a barriguinha da quinta gestação

Conhece o movimento Slow Kids?

SlowKids - brincadeiras infantis2

Crianças brincam sem pressa no evento Slow Kids

Está marcado para este domingo (01/05) mais uma edição do Slow Kids, desta vez no Parque da Independência, em São Paulo. Você sabe o que significa esse movimento? O texto abaixo copiado da página do Slow Kids explica a iniciativa. O Pequenas Escolhas assina embaixo!

“O SlowKids não é apenas um evento, é um Movimento que acredita que, para as crianças se desenvolverem de maneira saudável, é preciso respeitar seu tempo de descobrir, observar, experimentar. É preciso dar a elas espaço para que se conheçam, investiguem seus interesses, capacidades, emoções.

Acreditamos que o brincar é coisa séria. Que pular etapas e apressar fases do desenvolvimento da criança é encurtar o seu potencial e, com ele, sua sensibilidade e inventividade. Defendemos que o tempo livre da criança seja valorizado e garantido.

Ele é um caminho na contramão do acúmulo de informações e da construção de falsos desejos, cotidianamente induzidos pela sociedade do hiperconsumo e da informação. Incutir na criança necessidades que não são reais pode levar ao estresse, ansiedade e apatia. Acreditamos, também, que o contato com a natureza é fundamental para a saúde física e mental da criança.

Essa interação estimula o uso de todos os seus sentidos, e assim ela se apropria dos espaços, dos outros, de si mesma. Crianças que brincam regularmente com elementos naturais têm mais coordenação, equilíbrio e agilidade.

Queremos que a criança tenha vivências no mundo real que sejam plenas, calmas e afetivamente significativas, e não meramente informativas. O impacto negativo da mídia e dos jogos eletrônicos é observado tanto no desenvolvimento físico das crianças como no emocional, social e mental. Por isso, defendemos que esse tempo seja limitado e que haja, sempre, a mediação ou o acompanhamento de um adulto.

Acreditamos que a terceirização do cuidado com as crianças é prejudicial ao seu desenvolvimento, pois a criação de vínculos afetivos fortes dá segurança para que ela tenha um desenvolvimento saudável e se prepare para enfrentar o mundo. Os pais devem assegurar tempo para estarem juntos – e focados. E não, não bastam 15 minutos.

Convidamos a todos para olhar para as necessidades das crianças no presente – hoje! – e não agir pensando apenas no futuro. Abrir mão do aqui e do agora pode trazer consequências graves para os pequenos, que marcam o restante de suas vidas.

Sonhamos com uma mudança em relação ao modo como recebemos nossas crianças no mundo. Sabemos que uma sociedade que cuida bem de suas crianças se humaniza. Por isso, queremos te convidar: venha conviver, brincar, estar e se divertir com elas. Junte-se a nós no Movimento SlowKids.

Por isso no dia do evento tente viver um pouco dessa experiência e a leve com vocês repetindo esses momentos no dia a dia de suas famílias!”

 

Slow Kids acontecerá no Parque da Independência

 

 

LEIA TAMBÉM: “Slow down Mummy” – Desacelere mamãe!

Pitanga, Curadoria Para Crianças: programa para pais e filhos

Pitanga abre
A Casa Panamericana em São Paulo abriga hoje e amanhã a terceira edição da
“Pitanga, Curadoria Para Crianças”, que reúne 50 marcas descoladas de moda, brinquedo, mobiliário, literatura, decoração e gastronomia voltadas para o público infantil.

Enquanto os pais vão às compras, as crianças divertem-se fazendo arte. A entrada do evento é gratuita, mas as oficinas no espaço Yoyo são pagas.

Quinta-feira
15h: Oficina “Meu Livrinho Ilustrado” com Coticoá (R$ 15)
17h: Oficina de banquetinhas com Ju Amora (R$ 70 e a criança leva a banquetinha para casa!)

Sexta-feira
15h: Oficina “Bonecos de Colher” com a ilustradora Gabriela Gil (R$ 15)
17h: Oficina de bordado em papelão com Estúdio Manitu (R$ 15)

Serviço:
Pitanga, Curadoria Para Crianças
Quinta (28/4) e sexta (29/4)
Das 10h às 20h
Casa Panamericana – Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 197
Alto de Pinheiros – São Paulo – SP
Entrada franca

Oficina de bonecos de colher

A ilustradora Gabriela Gil ensina a fazer bonecos de colher

Cactos na feira: legging Roupa para Brincar + manta e almofada Doudou

Cactos na Pitanga: legging Roupa para Brincar + manta e almofada Doudou

Pintanga_1

 

 

 

Comitê Kids: inédita experiência gastronômica atrai pais e filhos

Comit Kids_ Pequenas Escolhas

Gastronomia para todas as idades numa descolada casa do Brooklin (foto: Zaca Oliveira)

Quem tem filhos pequenos sabe muito bem o estresse que é sair para almoçar em família. Restaurantes que têm área kids muitas vezes não aceitam menores de 3 anos nesses espaços e além disso as crianças não têm paciência para ficar tanto tempo no mesmo ambiente.

Raphael Arrigucci, chef com passagens pelos melhores restaurantes de São Paulo, e a jornalista Renata Reif, que também são pais de um menino de 1 ano, dão a solução mais bacana atualmente do circuito gastronômico paulistano com conceito child-friendly.

Depois do sucesso do Comitê como jantar secreto em uma casa cool no bairro do Brooklin, surge uma proposta inédita da dupla. Agora, os comensais terão no mesmo local um ambiente projetado para acolher suas crianças na hora do almoço em alguns sábados por mês.

Chef Raphael Arrigucci do Comitê Kids (foto: Zaca Oliveira)

O chef Raphael Arrigucci à frente do inédito evento para pais e filhos (foto: Zaca Oliveira)

Pensado e desenvolvido para os pais que sentem falta de um local onde possam aproveitar uma gastronomia diferenciada, sem se preocupar com a bagunça dos pequenos, o Comitê Kids entra no radar dos foodies mais atentos que não dispensam a companhia dos filhos.

Enquanto os adultos desfrutam de um banquete com temática diferente a cada edição, e apreciam uma bela taça do vinho de sua preferência (com uma carta enxuta, mas muito bem pensada), os filhos terão direito a uma experiência gourmet com produtos orgânicos e frescos. Na primeira edição realizada em abril, o prato kids com mini arroz, mini milho e picadinho com legumes fez sucesso.

Comitê Kids_Pequenas Escolhas

O menu infantil fez sucesso na edição de abril (fotos: Zaca Oliveira)

Depois de bem alimentados, eles já têm reservado o espaço para brincadeiras com massinha, guache, brinquedos e livros. Em síntese, o programa desponta como novidade nesse nicho e visa conectar pais e filhos em uma experiência agradável e cheia de sabor numa casa deliciosa.

Serviço:
Quanto: R$ 125  por adulto (criança não paga)
Onde: o endereço será revelado mediante o pagamento
Quando: Alguns sábados por mês – cheque as datas pelo email (reservascomite@gmail.com) ou no Instagram (@comite_)

Gnocchi de beterraba com fonduta de pecorino trufado - Comitê Kids

Para os adultos, uma das opções do dia foi gnocchi de beterraba com fonduta de pecorino trufado (foto: Jack Two)

Uma das áreas destinadas aos crianças no Comitê Kids

Uma das áreas destinadas aos pequenos (foto: Zaca Oliveira)

Crianças brincando no Comitê Kids

Arte depois do almoço (foto: Zaca Oliveira)

Agradecimento: Fotógrafo Zaca Oliveira

Diversão entre pai e filha: Cauã Reymond brinca de boneca com Sofia

Diversão entre pais e filhos_Cauã Reymond

(Instagram @cauareymond)

Na versão pai, Cauã Reymond mostra que volta a ser criança e mergulha de cabeça no universo de Sofia, a filha de quase quatro anos do casamento com Grazi Massafera.

Já vi muitos marmanjos suarem para colocar roupinhas de borracha naquelas famosas figuras minúsculas e o ator deve ser um deles. Em recente entrevista à TV Vogue (assista aqui), Cauã disse que brinca sim de boneca com Sofia e também contou qual é a diversão favorita da dupla:

“A gente gosta de pintar. Moro num lugar onde dá para pintar na calçada, a gente senta e pega o giz de cera, é bem especial.” E continuou: “Faço tudo, fico de quatro, ela monta, me faz de cavalinho. Eu adoro.”

A relação entre eles me lembrou a tocante cumplicidade entre pai e filha retratada na ilustrações de Snezhana Soosh:Pai e filha_Snezhana SooshPai e filha_Snezhana Soosh

Sweet-Pictures-About-Love-Between-Dad-and-Little-Girl-5704ca638d15b__880

Pai e filha_Snezhana Soosh

Pai e filha_Snezhana Soosh

Pai e filha_Snezhana Soosh

Veja mais:  

Giz gigante para desenhar na calçada

Para inspirar: 5 mães estilosas no Instagram