Ótima linha orgânica de xampu e sabonete para criança

Foi com uma animada festa para crianças no salão Laces & Hair da rua Amauri, em São Paulo, o lançamento da primeira linha infantil de produtos de cabelo e corpo da Cris Dios Organics. (Acompanhou no nosso Instagram?)

O xampu (R$ 79), o condicionador (R$ 79) e o sabonete líquido (R$ 69) – todos à base de óleo essencial de lavanda e extrato de camomila – são hipoalergênicos e livres de parabenos e sulfato, portanto, indicados para bebês e crianças de todas as idades. “Quis trazer para dentro dos potinhos tudo o que há de mais puro e orgânico”, explica Cris, cosmetóloga e sócia-fundadora do Laces and Hair.

A linha Kids – aprovadíssima aqui em casa – está à venda em todas as unidades do Laces, no site crisdiosorganics.com.br e no e-commerce The Beauty Box.

 

cris-dios-kids

 

Lençol personalizado com desenho da criança

Você é aquele tipo de mãe ou pai que guarda todos os desenhos do seu filho e costuma emoldurar os mais legais? Já falamos sobre isso neste post aqui, em que mostrei algumas ideias fofas para expor as obras de arte das crianças de diferentes formas.

Recentemente conheci mais uma opção muito legal para transformar os traços coloridos do filho (sobrinho, afilhado, neto…) em item de decoração – exclusivo, claro. O ateliê Maria Algodão, que faz jogos de cama lindos, tem entre as opções lençol personalizado com o desenho da criança. Basta mandar a obra digitalizada em boa qualidade e ela será estampada na fronha. Ah, ainda dá para escolher a cor da dobra do lençol para combinar melhor com o desenho: vermelho, verde, azul, laranja ou pink. Seu pequeno artista vai adorar a experiência de dormir em sua própria obra.

O jogo completo com 3 peças em 100% algodão custa R$ 178 e vem com lençol de baixo com elástico (medidas: 0,90 m x 1,90 m x 0,30 m), lençol de cima branco com vira colorida (1,60 m x 2,50 m) e fronha personalizada (50 cm x 70 cm).

 

lençol personalizado_Maria Algodão

Lençol personalizado: o desenho da criança vira item de decoração exclusivo no ateliê Maria Algodão

 

Pitanga, Curadoria Para Crianças: programa para pais e filhos

Pitanga abre
A Casa Panamericana em São Paulo abriga hoje e amanhã a terceira edição da
“Pitanga, Curadoria Para Crianças”, que reúne 50 marcas descoladas de moda, brinquedo, mobiliário, literatura, decoração e gastronomia voltadas para o público infantil.

Enquanto os pais vão às compras, as crianças divertem-se fazendo arte. A entrada do evento é gratuita, mas as oficinas no espaço Yoyo são pagas.

Quinta-feira
15h: Oficina “Meu Livrinho Ilustrado” com Coticoá (R$ 15)
17h: Oficina de banquetinhas com Ju Amora (R$ 70 e a criança leva a banquetinha para casa!)

Sexta-feira
15h: Oficina “Bonecos de Colher” com a ilustradora Gabriela Gil (R$ 15)
17h: Oficina de bordado em papelão com Estúdio Manitu (R$ 15)

Serviço:
Pitanga, Curadoria Para Crianças
Quinta (28/4) e sexta (29/4)
Das 10h às 20h
Casa Panamericana – Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 197
Alto de Pinheiros – São Paulo – SP
Entrada franca

Oficina de bonecos de colher

A ilustradora Gabriela Gil ensina a fazer bonecos de colher

Cactos na feira: legging Roupa para Brincar + manta e almofada Doudou

Cactos na Pitanga: legging Roupa para Brincar + manta e almofada Doudou

Pintanga_1

 

 

 

O sapatinho perfeito para os primeiros passos do bebê

Sapatinho - Freshly Picked

Olha que amor esse sapato da Freshly Picked!

Há quase dois anos, mostrei aqui os mini mocassins de couro macios e superfofos da marca americana Freshly Picked. O tempo passou e eu engravidei do meu segundo filho, que completou um ano recentemente.

Achei que era hora do Oliver deixar de ser índio e começar a usar sapato. Com o dólar ainda nas alturas, nem cogitei importar por US$ 60 + frete um par do lindo mocassim gringo.

Na busca por um sapatinho confortável para meu bebê que começa a querer dar os primeiros passos, encontrei a pantufa fransciscana de couro e solado bem macio da marca fluminense Babo Uabu na loja Bebê Básico.

Não achei barato, paguei R$ 105,90, mas ele tem sido o único calçado a permanecer o dia todo nos pezinhos do pequeno. E recebe muitos elogios por aí. Já indiquei o sapatinho para algumas mães e avós que cruzaram o nosso caminho.

Essa é a pantufa franciscana da Babo Uabu que tem feito sucesso nos pés do Oliver

Essa é a pantufa franciscana da Babo Uabu que tem feito sucesso nos pés do Oliver

A marca tem vários modelos e até um estilo moicano, parecido com o mocassim da Freshly, e que está em promoção: de R$ 99,90 por R$ 69,90.

pantufa - Babo Uabu

É esse o modelo da Babo Uabu em promoção

 

Além dos pijamas e sapatilhas: a Puket também tem ótimas mochilas

Puket

 

Puket, para mim, sempre foi sinônimo de camisolas e pijamas fofos e também marca-registrada de sapatilhas que toda menina tem que ter. Comprei os primeiros pares quando minha filha ainda era recém-nascida e, por causa das confortáveis sapatilhas, abri mão de qualquer tipo de sapatinho até ela começar a andar.

Foi a melhor escolha que fiz e recomendo: não gaste dinheiro comprando sapato para bebês!

Esses dias descubro que a Puket também tem lindas mochilas em suas prateleiras. Desavisada, eu? Vocês sabiam? Bom, antes tarde do que mais tarde! Só soube porque minha filha ganhou de presente uma com estampa de raposa (essa aí de cima) e fiquei surpresa com a qualidade do acessório.

Fui pesquisar outras opções no site da marca e elegi esses modelos como preferidos. Os preços variam entre R$ 139,90 e R$ 189,90.

 

Puket_4

Puket_2

Puket_5

Imperdível: Isabela Capeto e C&A fazem coleção para bebês

Coleção de Isabela Capeto para a C&A

Coleção de Isabela Capeto para a C&A

Quando estava fazendo o enxoval do meu bebê, no final do ano passado, mostrei no Instagram algumas peças fofas que comprei na C&A (aqui) e que me surpreenderam pela qualidade, pelo estilo e pelo bom preço. Era só uma amostra de que a rede estava antenada com as mães que buscam peças descoladas e que não querem pagar muito por elas.

Agora o suprassumo: A rede de fast fashion lança pela primeira vez uma coleção especial pensada nos recém-nascidos e nos bebês, de 0 a 36 meses – e assinada por Isabela Capeto.

Para comemorar sua terceira parceria com a C&A, a estilista carioca, cheia de cores, estampas e bossa, desenvolveu 125 peças, em sua maioria na linha infantil. Para quem gosta de se vestir igual às filhas, há também versões de looks para as mães.

A Collection Isabela Capeto para C&A estará à venda nas lojas selecionadas da rede em todo o Brasil a partir de 22 de setembro e também no e-commerce da fast fashion.

O preço médio da coleção é de R$ 59,99.

Ah, já contamos aqui que Isabela Capeto também criou peças para as crianças francesas. Lembra?

capeto para cea5

Capeto2

Tênis (R$ 59,99) e macaquinho (R$ 49,99)

capeto para cea6

Capeto1

Vestido (R$ 49,99) e macaquinho (R$ 59,99)

capeto para cea3

Jolly Jumper: testamos e adoramos!

Certamente você já assistiu a algum vídeo fofo – e provavelmente gringo – de bebê pulando numa cadeirinha com mola presa no batente da porta (como esse, esse ou esse). A cadeirinha que faz sucesso no exterior está à venda no Brasil. Meu filho de quatro meses testou e adorou o Jolly Jumper, que é um clássico no Canadá há mais de 60 anos. Veja minhas considerações sobre o aparelho que diverte e exercita ao mesmo tempo:

– É uma delícia ver o bebê descobrindo a força de suas perninhas e que ele consegue pular sozinho.

– A idade recomendada é a partir de quatro meses, desde que o bebê já tenha o pescocinho firme. É realmente muito importante que a criança já consiga sustentar bem a cabeça para poder pular.

– Consegui sozinha colocar meu bebê no Jolly Jumper, mas é muito mais fácil quando duas pessoas fazem o procedimento juntas.

– O fabricante recomenda que o bebê fique até 15 minutos no aparelho. A minha pediatra de confiança também estabeleceu o mesmo tempo. Atenção: a criança deve ser assistida o tempo todo

– Se não tem porta com batente, invista no modelo que vem com um suporte de chão

– O Jolly Jumper é trazido pela Oasis Importadora e custa R$ 515. Veja aqui onde comprar.

 

Jolly Jumper_blog Pequenas Escolhas_

 

 

BB Básico: roupinhas ainda mais descoladas e em liquidação

bbbasico1_blog Pequenas Escolhas

Quem me acompanha por aqui sabe a saga que enfrentei no final do ano passado para montar o enxoval para o meu bebê em São Paulo com peças de estampa bonita e SEM a intervenção de um cachorrinho, ursinho ou carrinho aplicado no tecido. Mas minhas preces foram ouvidas.

A marca BB Básico, que já era legal com seus bodies, macacões e calças de cores lisas e ótima qualidade, deu um upgrade na última coleção com a chegada da diretora criativa Paula Costa, ex-Fábula: as roupas ganharam listras, estampas descoladas e se parecem mais com as grifes de fora que admiro, entre elas a sueca Mini Rodini.

E o melhor: a BB Básico está em liquidação. Então, agora é hora de renovar o guarda-roupa da criançada com peças cheias de estilo.

 

bbbasico4_blog Pequenas Escolhas

Tapa fralda de R$ 39,90 por R$ 25,90

bbbasico2_blog Pequenas Escolhas

 

bbbasico3

Saco de dormir: para deixar o bebê quentinho e protegido no berço

Saco de dormir da Pessoinha para bebês até seis meses (R$ 210)

Saco de dormir da Pessoinha para bebês até seis meses (R$ 210)

Como sou mãe de segunda viagem e teoricamente um pouco mais experiente, o enxoval do caçula foi bem editado: comprei menos quantidade de peças para o guarda-roupa e selecionei a dedo acessórios e brinquedos. Abri mão de algumas coisas que usei quando a minha filha de cinco anos era recém-nascida e que na prática vi que não eram imprescindíveis, entre elas o protetor de berço. Não usar rolos amarrados às grades, mantas e travesseiro no berço é na verdade recomendação dos pediatras para evitar sufocamento do bebê. Eu não iria colocar a segurança em risco, no entanto tinha a impressão de que o recém-nascido ficaria desprotegido no berço grande e vazio. Achei a solução do meu problema: comprei na Inglaterra um saco de dormir, bastante usado nos países de clima mais frio, para deixar o bebê quentinho e seguro durante a noite. Além disso, ele proporciona uma sensação de aconchego para quem acabou de sair da barriga da mamãe.

O acessório está ficando mais popular no Brasil. Inspirada nos costumes de seu país, a estilista francesa Pauline Beaumont, da marca Jolie Môme, começou a produzir o saco de dormir artesanalmente por aqui. Os modelos atendem bebês de 0 a 6 meses e ainda é possível encomendar para crianças de até 1 ano e meio. Os maiorzinhos têm menos risco de sufocamento, mas o acessório forrado é ideal para deixá-los cobertos a noite toda e evitar que prendam seus pezinhos na grade do berço.

A marca Pessoinha também tem saco de dormir para bebês de até seis meses e investe em tecidos com estampas lindísimas. Já a Cotton Cloud produz modelos com algodão orgânico e colorido naturalmente.

Sacos de dormir da marca Joli Môme (preço sob consulta)

Sacos de dormir da marca Joli Môme (preço sob consulta)

A blogueira Rachelle, do Instagram Kenziepoo, compartilhou uma foto de sua filha Chloe  no saco de dormir da marca Nobodinoz

A blogueira Rachelle, do Instagram Kenziepoo, compartilhou uma foto de sua filha Chloe no saco de dormir da marca espanhola Nobodinoz

saco de dormir_Pessoinha_Pequenas Escolhas1

A marca Pessoinha investe em tecidos com estampas incríveis, como o modelo de coelhinhos

 

Veja também:

– Carrinho com moisés: uma ótima compra
 Mamãe-canguru: aprenda a usar o wrap sling

Mamãe-canguru: aprenda a usar o wrap sling

Ilustração de Kinuyo

Ilustração de Kinuyo

Tem coisa mais gostosa do que carregar o bebê juntinho do corpo? Escrevo este texto com o meu caçulinha de dois meses agarrado em mim. Sou a mais nova adepta e fã do wrap sling – o sling que é amarrado na parte da frente do corpo e nas costas. No passado, não tive uma boa experiência com o sling tradicional, aquele preso em um dos ombros e que tem uma argola reguladora. Comprei para usar com a minha filha mais velha e só consegui carregá-la nele no momento em que o adquiri, quando o vendedor ajustou o tecido no meu corpo. Toda vez que eu tentava colocar sozinha, ficava insegura e tinha sensação de que iria se desprender a qualquer momento. Desisti de usar.

Mas com o wrap sling é diferente. O tecido de cinco metros amarrado ao corpo dá sustentação e segurança para sair por aí com o bebê. Além disso, ele proporciona aconchego e conforta o recém-nascido no período de cólicas. O canguru também é uma alternativa para carregar o bebê, mas o acessório só é recomendado a partir do terceiro mês para não forçar a abertura das perninhas. Na minha opinião, vale ter o wrap sling e o canguru.

A marca Angá ensina em seu site como deve ser feita a amarração básica do wrap sling. Veja como é fácil:

A marca Angá ensina como amarrar o wrap sling

Comprei meu wrap sling no Mercado Livre por R$ 43 + frete.

 

VEJA TAMBÉM:
– Objeto do desejo: cadeirinha de bebê com design
 Ciúme com a chegada do irmão mais novo: como lidar?
 Carrinho com moisés: uma ótima compra