Fraldas mais ecológicas

Fralda_Pequenas Escolhas

 

Quando a gente engravida, começa também a gestação da idealização de um mundo melhor para receber o nosso bebê. De repente, parece que damos conta do tamanho do poder que temos e queremos ajustar o que está a nosso redor. Imagino que isso aconteça de alguma forma com todas as grávidas. Comigo foi assim. Comecei a comprar produtos orgânicos e me alimentar melhor (claro que teve pé na jaca na gravidez, no meu caso com pudins de leite, mas isso pode ser assunto de outro post); coloquei um freio no lado consumista e comprei em brechó pela primeira vez (berço, carrinho e algumas roupinhas) e, ainda mais empenhada em contribuir com a sustentabilidade, fui pesquisar alternativas para a fralda descartável.

Naquela época, cinco anos atrás, encontrei confecções pequenas que ofereciam pela internet lindos modelos de tecido com formato semelhante ao da descartável. Pesquisei e cheguei à conclusão de que se lavasse as fraldas de pano na máquina, o impacto no meio ambiente seria parecido com as vendidas na farmácia. Não sei se foi uma decisão certa, mas optei pelas descartáveis.

Muita coisa mudou desde então. Uma amiga, mãe de bebês gêmeas, me falou das novas fraldas ecológicas Wiona. Fui atrás de mais informações.

Segundo a marca, a Wiona, fabricada na Alemanha, é a primeira fralda descartável ecológica disponível no Brasil. “Um dos grandes diferenciais da tecnologia Wiona é a película externa das fraldas, produzida a partir de um bioplástico de origem vegetal, à base de amido de milho e batata. Esta película é coberta por microporos, o que permite que a pele respire, reduzindo assim a incidência de assaduras e a ocorrência de alergias. Muito macia, é feita com algodão orgânico certificado e o seu branqueamento é feito com oxigênio, sem o uso de cloro, principal causador de alergias das fraldas convencionais. Todo este cuidado na fabricação das fraldas permite que elas sejam reabsorvidas pelo meio ambiente em cerca de cinco anos”, informa a representação da marca no País. Vale lembrar que as pesquisas estimam que o tempo de decomposição da fralda descartável de plástico é de 200 a 600 anos!

Algumas mães famosas deram depoimento no site da Wiona elogiando bastante o produto, que custa um pouco mais caro do que as marcas descartáveis à venda mercado. Como já passei da fase das fraldas aqui em casa, não pude testá-la. Mas já é uma grande vantagem os pais terem mais essa opção. E cada um sabe o que é melhor para o seu redor.

LEIA TAMBÉM: Dicas para o desfralde noturno

Luciana

Deixe uma resposta