Jolly Jumper: testamos e adoramos!

Certamente você já assistiu a algum vídeo fofo – e provavelmente gringo – de bebê pulando numa cadeirinha com mola presa no batente da porta (como esse, esse ou esse). A cadeirinha que faz sucesso no exterior está à venda no Brasil. Meu filho de quatro meses testou e adorou o Jolly Jumper, que é um clássico no Canadá há mais de 60 anos. Veja minhas considerações sobre o aparelho que diverte e exercita ao mesmo tempo:

– É uma delícia ver o bebê descobrindo a força de suas perninhas e que ele consegue pular sozinho.

– A idade recomendada é a partir de quatro meses, desde que o bebê já tenha o pescocinho firme. É realmente muito importante que a criança já consiga sustentar bem a cabeça para poder pular.

– Consegui sozinha colocar meu bebê no Jolly Jumper, mas é muito mais fácil quando duas pessoas fazem o procedimento juntas.

– O fabricante recomenda que o bebê fique até 15 minutos no aparelho. A minha pediatra de confiança também estabeleceu o mesmo tempo. Atenção: a criança deve ser assistida o tempo todo

– Se não tem porta com batente, invista no modelo que vem com um suporte de chão

– O Jolly Jumper é trazido pela Oasis Importadora e custa R$ 515. Veja aqui onde comprar.

 

Jolly Jumper_blog Pequenas Escolhas_

 

 

Luciana

Deixe uma resposta