“Kiki & Coco in Paris”: presente diferente para mães de menina

Kiki & Coco in Paris_1

 

Cena 1- um feriado qualquer de 2009: Sei lá por qual motivo sempre achei que seria mãe de menino. De dois, na verdade. Devaneio da juventude sem nenhuma razão lógica ou preferência. Mas acabei engravidando de uma menina, que foi muito bem recebida desde o primeiro momento em que eu soube o sexo. No entanto, a vontade louca de ser mãe de uma garotinha apareceu mais tarde, nesse tal feriado. Grávida e muito emotiva, fiquei encantada com a visita da filha da minha então chefe, de uns 9 anos, que foi trabalhar com ela naquele dia. A relação de cumplicidade entre elas e a semelhança física das duas me fascinaram. “É isso o que eu quero para mim”, pensei.  E hoje é isso o que eu tenho.

 

Kiki & Coco in Paris_3

 

Cena 2 – final de 2011: vejo um livro fotográfico recém-lançado pelo qual me apaixono: “Kiki & Coco in Paris”, de Nina Gruener e com fotos de Stephanie Rausser, que mostra a viagem de uma garotinha americana a Paris com sua inseparável boneca de pano, Coco. Além de retratar a cumplicidade da menina com seu brinquedo favorito, o ensaio em vários pontos da Cidade Luz também deixa transparecer a relação entre mãe (a fotógrafa) e filha (Kiki). Que delícia é poder apresentar e desbravar o mundo com a nossa própria bonequinha – de carne e osso. Esse livro virou meu presente favorito para dar às amigas que são mães (ou futura mães) de menina. Eu não o encontrei à venda no Brasil e costumo comprar pela Amazon. Se for presentear alguém, lembre-se de que a entrega demora aproximadamente um mês.

Ah, a linda boneca de pano merece um capítulo, ou melhor, um post à parte. Aguarde!

Veja também: Retrato personalizado – e descolado – de mãe e filho

Kiki & Coco in Paris_cover

Luciana

2 Comments

  1. Olá Luciana! Artista é artista e esse conseguiu passar toda emoção das duas juntas. Eu sou fascinada com boneca de pano. Tenho algumas e posso passar meu encanto pra minha bonequinha de 7anos , a Maria!

    Ser mãe de menina é todo esse encanto que você demonstrou… Esse desejo de continuar nossa história.

    Lindo!

    Beijos e bom feriado de carnaval! Teresinha Nolasco, mamãe da Maria 🙂

Deixe uma resposta