Nutricionista na gravidez: um ótimo investimento

nutricionista na gravidez_

 

É possível trilhar dois caminhos durante a gravidez no que diz respeito à alimentação. Chutar o balde, se deliciar com todos os doces que enchem a boca d’água e no final das contas saber exatamente como adquiriu cada um dos quilos extras na silhueta. A outra opção é alimentação saudável e o ganho de peso controlado.

Já percorri o primeiro, o mais delicioso dos trajetos, e amarguei 16 quilos a mais no final dos nove meses. Prometi que faria diferente na próxima gravidez. O diagnóstico de diabete gestacional logo no comecinho não me fez pensar duas vezes: pela primeira vez na vida corri para uma nutricionista. Foi o melhor investimento que fiz. Quer saber por quê?

– É muito bom ter que prestar contas do que está comendo para alguém. Se trapacear, a balança e a fita métrica – e o índice glicêmico, no meu caso – vão te entregar.

– O profissional vai te dar dicas para comer direito a vida toda, e não só no período crítico da diabete. Você sabia, por exemplo, que é melhor comer doce como sobremesa do que abocanhá-lo no meio da tarde, com o estômago vazio? O corpo absorve menos se ingerido junto com a refeição. Eu não sabia disso.

– Apesar da dieta restritiva, o nutricionista vai dizer quanto passes livres você terá direito por semana. E aí é hora de comer sem peso na consciência porque tem alguém te dando respaldo.

– Além de montar um cardápio indicado para cada caso e de acordo com suas preferências e necessidades, ele será trocado a cada mês. Ou seja, você não vai enjoar.

– A lista é longa, mas vou parar por aqui porque cada mulher vai perceber que benefícios esse tipo de ajuda profissional pode trazer para a gestação. Em resumo: vi muitas vantagens em escolher uma boa nutricionista porque a saúde está ótima e, de brinde, ganho pouco peso.

 

VEJA TAMBÉM:

– 10 conselhos que eu gostaria de ter ouvido na gravidez
– Esquecimento na gravidez? verdade ou mito

 

Luciana

Deixe uma resposta