E quando o presente de Natal não é bem-vindo?

A14753_BeckyPeabody_GreetCards.indd

 

O que fazer quando o filho pede ao Papai Noel o brinquedo que os pais abominam? Aconteceu em casa. Minha filha de 5 anos escreveu uma cartinha ao Bom Velhinho pedindo para ganhar uma Monster High. Enquanto eu soletrava letra por letra para ela, me remoía com a dúvida: e agora, devo dar a boneca que mais odeio do mercado?

É uma opinião pessoal, mas acho de mau gosto aquelas bonecas que exaltam morte, monstros e zumbis. E o que é aquela cama-caixão? Enfim, minha pequena sabe que eu não gosto dessa boneca, sabe que eu não daria a ela e disse que foi por isso que pediu ao Papai Noel. Ela ainda reforçou a encomenda no encontro com o próprio no shopping center JK Iguatemi, em São Paulo, no último sábado.

Quer saber? Vou dar. Ou melhor, o Papai Noel vai deixar debaixo da nossa árvore. Acredito que vale tudo para não quebrar a magia do Natal antes do tempo. Também acho que os pais devem dar carrinhos de corrida para as filhas que desejarem e bonecas se for a vontade dos meninos. Devemos respeitar os desejos das nossas crianças. Mas, claro, desde que o presente esteja dentro do orçamento e das convicções da família. Caso contrário, nos resta negociar e tentar convencê-las a escolher outro brinquedo.

A maioria não pensa assim. Uma pesquisa publicada pelo portal iG mostra que 51% dos pais determinam o que os filhos ganharão no fim do ano, mas a maior parte deles promete dar novo presente se a criança não gostar do brinquedo escolhido.

 

Papai Noel_presente de Natal

 


MAIS NATAL:

 

Luciana

Deixe uma resposta