Você trocaria um brigadeiro por um picolé? SIMMM!

picoles

Calor, crianças suadas de tanto brincar… Já pensou em trocar os brigadeiros da festa infantil por picolés de frutas bem refrescantes? Posso garantir: é sucesso absoluto.

Substituí os tradicionais docinhos de leite condensado e chocolate por uma caixa abarrotada de sorvete no palito de limão, morango, maracujá, tangerina e açaí, em que os pequenos convidados podiam se servir à vontade. Em uma enorme e linda cesta de vime com tampa, acomodei três caixas de isopor com gelo e 80 picolés para uma festa com 25 crianças. Mas o brigadeiro não ficou totalmente de fora da comemoração. Ele ganhou status de rei do pedaço e foi o sabor escolhido para o bolo.

Quer entrar na onda e servir picolé na próxima festa do seu filho? Veja qual é a melhor opção para a sua comemoração:

ECONÔMICA: Vá até a loja de fábrica Oggi (na Av. Rebouças, em São Paulo), que vende mais barato por atacado. O picolé Frutos sai mais em conta do que um brigadeiro gourmet. Atenção: a marca tem uma linha chamada Festa, com picolés menores e mais baratos, porém com sabores muito artificiais.

PRÁTICA: Pare na padaria mais próxima e arremate algumas caixas do bom e velho Kibon – ou do Rochinha.

SOFISTICADA: A Vero Latte, por exemplo, tem gelatos artesanais com cobertura durinha e em tamanho mini. E ainda disponibiliza um charmoso carrinho para locação.

 

Brigadeiro de milho verde: o puro creme do milho

Brigadeiro de milho

 

Já abri a temporada de festa junina no Pequenas Escolhas: falei da olhar do marido gringo em relação aos festejos de São João e mostrei como fazer pipoca para a criançada de maneira mais saudável.

Agora vou falar de uma recente descoberta, que reúne as duas maiores paixões da minha filha: brigadeiro e milho verde. Vocês já comeram brigadeiro de milho? Uma das maiores delícias que conheci nos últimos tempos. E não encontrei iguaria igual na recente parada no Castelinho da Pamonha (aquele da estrada, sabe?) e nem na quermesse que fui ontem.

Quem me apresentou esse puro creme do milho foi um grande amigo, um dos autores do delicioso blog Banquete Pra Um. Clique aqui para ver a receita e de quebra aproveite para saber como se faz brigadeiro de paçoca (esse ainda não provei).

Boas ideias para as festas de aniversário dos pequenos, especialmente para quem apaga velinhas nesta época do ano. Mas lembre-se: brigadeiro com moderação para a criançada.

 

Brigadeiro de milho_2

Nada de festa infantil ostentação

Auguri Brigaderia

 

Sou da geração que comemorava aniversário na escola. E eu adorava. Só que às vezes preferia um bolo com recheio escorrendo em vez dos gostosos quadradinhos embrulhados no papel alumínio que ficavam na caixa de isopor. Como nasci em abril, coelhinho da Páscoa era um tema recorrente na decoração dessas caixas. E apesar da falta de criatividade da minha mãe, eu gostava bastante desse tipo de festa.

A minha pequena decidiu por livre e espontânea vontade que queria comemorar seus 4 anos na escola. Achei ótimo: algo mais simples para os amiguinhos preferidos. Ela passou as últimas semanas só falando no assunto e sua única exigência foi lembrancinha para a garotada.

Mandei um bolo recheado feito por mim, sucos, copinhos e pratinhos da Hello Kitty. Brigadeiros gourmet foram o meu maior investimento. E valeram a pena – os docinhos da Auguri Brigaderia são grandes e fantásticos! Caprichei nas lembrancinhas e pronto.
Mais um ano festejado.  E sem ter que discutir o que é certo ou exagero nas celebrações de hoje em dia.

Prefiro o mais simples, sempre, mas talvez eu seja a minoria. Não falta entusiasta de festa infantil ostentação – amei o termo usado pela revista TPM. Mas cada um sabe de suas prioridades, de seus sonhos e de seu saldo na conta bancária, não é?